15 de mar de 2013

Ócio.

Estado de tempo, espírito, vazio, momentos.
Porque não dizer que uma constante muito rápida, profunda.
Um estado que pode trazer beneficios ou maleficios. Ou apenas nada.
Pessoas produtivas se utilizam desse recurso para transformar, criar ou construir novas ideias?!
Será que os grandes gênios da humanidade estavam ociosos quando descubriram ou criaram as coisas?
Ou será que o ócio nada mais serve como um tempo chato e improdutivo que nos leva ao enfadonho?
Como você o usa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário